Como remover vírus de pendrive que converte arquivos e pastas em atalhos

Existe um tipo de praga que vem perturbando a vida de muitos usuários de mídias flash há anos. Trata-se de um vírus que infecta o pendrive e converte documentos e programas em meros atalhos. Tal atividade impede que o utilizador abra qualquer coisa e muitas vezes leva a uma atitude desesperadora: a formatação da unidade removível.

A solução do problema não é tão complicada e pode poupar algumas dores de cabeça. Primeiramente, vale salientar que o vírus não apaga nenhum arquivo do pendrive. Esta praga apenas oculta documentos e cria atalhos falsos, por isso mantenha a calma.

Agora que sabemos que os arquivos, em teoria, estão no pendrive, devemos verificar se o problema em questão está relacionado ao vírus. Para averiguar se seus arquivos continuam na unidade, veja se no ícone do pendrive (disponível em “Meu Computador”) o espaço utilizado continua idêntico ao que era anteriormente.

Caso o Windows informe que a unidade está vazia, então é possível que o vírus que você pegou seja outro. Do contrário, a execução dos passos a seguir deverá resolver seu problema.

Recuperando arquivos
1. Abra o Prompt de Comando como Administrador (basta pressionar a tecla “Windows” e então inserir o comando “cmd.exe” clicar com botão direito do mouse e escolher).

2. Já no Prompt, digite o seguinte comando: “attrib -h -r -s /s /d H:\*.*” (Nota: a letra “H” deve ser substituída pela letra atribuída ao seu pendrive).

Método manual
Acesse a pasta que foi afetada pelo vírus e clique com o botão direito sobre o arquivo contaminado (que atualmente é um atalho). Abra as Propriedades do arquivo.

Acesse a aba “Atalho” e remova quaisquer informações que não tenham relação com o caminho do arquivo em questão (realizar o processo no item “Destino” e “Iniciar em”). Veja o exemplo abaixo:

Atenção redobrada!
Caso seu pendrive apresente anormalidades, é possível que outros vírus (como malwares que criam pastas adicionais e inserem arquivos desconhecidos) tenham infectado o componente. Alguns vírus podem criar pastas com nomes aleatórios, onde os vírus podem estar armazenados.

Nesses casos, após realizar as etapas acima, você pode deletar os arquivos e pastas indesejadas e usar um antivírus para conferir se não há outros itens infectados (confira o exemplo na imagem abaixo, em que o antivírus BitDefender encontrou um Trojan).

Atenção: é importante que você tome o devido cuidado para não executar itens suspeitos, já que eles podem causar danos a outros arquivos do computador.

Etapas finais
Utilize um bom antivírus e analise o pendrive e o HD.
Instale um anti-malware no seu computador e faça outra varredura no disco local e na unidade removível.
Se nenhum problema for informado pelos programas, então o vírus deve ter sido removido do seu pendrive. Em casos de persistência do problema, tente outros softwares.

Espero que tenha ajudado você com essas dicas, se tudo ocorrer bem, por favor deixe seu comentário ou compartilhe esta informação para um amigo que precisa de ajuda com o pendrive.

Fonte: Tecmundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.